042 Algar Pedreiras Velhas III

A cavidade é descrita como:
 
"Cavidade cársica constituída por diáclases de orientação SO-NE e SE-NO (esta terminando, a Noroeste, num algar de condução vertical, e a primeira preenchida a Sudoeste e Nordeste, abrindo salas para Norte), encontrando-se estas colmatadas com argila de coloração castanha avermelhada (terra rossa) praticamente até ao tecto, a cerca de 3m de profundidade..."
 
 
Contudo durante trabalhos de prospecção realizados por nós identificamos a entrada da cavidade totalmente colmatada recentemente (provavelmente durante os trabalhos de terraplanagem do aerogerador localizado na àrea da cavidade).

Levantamento topografico por realizar.

Arqueologia

"Cavidade cársica constituída por diáclases de orientação SO-NE e SE-NO (esta terminando, a Noroeste, num algar de condução vertical, e a primeira preenchida a Sudoeste e Nordeste, abrindo salas para Norte), encontrando-se estas colmatadas com argila de coloração castanha avermelhada (terra rossa) praticamente até ao tecto, a cerca de 3m de profundidade (C4). Até ao topo da obstrução, verifica-se uma camada de argila misturada com blocos calcários, por vezes de elevada dimensão (C3), uma outra camada de sedimento argiloso com alguma matéria orgânica e blocos de calcário de pequena dimensão (C2), com a presença, no topo de materiais arqueológicos em deposição secundária, nomeadamente fragmentos de vasos cerâmicos de cronologias atribuíveis à pré-história recente (que parece terem preenchido uma reescavação em épocas recentes), e uma camada correspondente ao sedimento húmico, com elevada presença de raízes (C1). Após a intervenção, não se detectaram evidências de galerias ou salas horizontais não colmatadas com argila. Contudo, a presença de materiais arqueológicos de cronologias pré-históricas em níveis de escorrência indica a existência de ocupação na envolvente. Para avaliar a possível localização, removeu-se o sedimento que preenchia o topo do algar imediatamente a Norte, não se tendo detectado quaisquer materiais arqueológicos; optou-se, então por escavar uma sondagem de 1,5mx2m a Sul, tendo sido detectados, tal como em profundidade, em camada de escorrência, fragmentos cerâmicos coetâneos dos identificados. Desta forma, supomos uma ocupação desta época nas imediações da cavidade cársica desobstruída, provavelmente para Sul-Sudoeste, cuja cobertura do solo com arbustos e manta morta não permite a correcta visualização para artefactos."

 

in: http://arqueologia.patrimoniocultural.pt/index.php?sid=sitios.resultados&subsid=3086300

 

Ficha de sitio arqueologico (DGPC/CNS-33831).